Aguas Limpas

No Litoral Norte de São Paulo, os Curadores da Terra vêm reunindo os pescadores no intuito de limpar as águas do mar e as praias, iniciando o trabalho na magnífica orla de Ubatuba, uma das regiões mais belas do país. O projeto Brasil Águas Limpas prevê o recolhimento de todo o lixo oceânico e seu reaproveitamento em Fábrica Eco Sustentável a ser instalada em Ubatuba – desmaterialização e rematerialização de toda esta matéria-prima, dando origem a novos equipamentos náuticos, arte e arquitetura. Nosso Veleiro ecológico Naga 42”, fundeado no Saco da Ribeira, está capacitado a monitorar a quantidade de lixo das águas – desenvolvendo projetos educacionais para as escolas (software) e novas instalações conscientizadoras nas praias (hardware). Em breve, lançaremos campanha para arrecadar recursos para esta empreitada, com ajuda da Kickante Crowdfunding.

Neste mesmo bioma, vimos criando o Santuário Eco Sustentável Aguazuis, com 10 hectares, situado no coração da Mata Atlântica Litoral (maior floresta longitudinal do globo), no km 13 da Rodovia Rio-Santos, entre Ubatuba e Paraty – local de experimentos construtivos e paisagísticos, com várias intervenções já realizadas. A propriedade foi adquirida pela família da arquiteta Márcia Macul em 1974 e até hoje permanece como lugar sagrado, primando pela sustentabilidade. Atualmente acolhe nossa Associação Verdever e tem um programa de agendamento para várias oficinas ligadas à Arte e Cultura da Sustentabilidade.

Em paralelo, estamos criando o Santuário Eco Sustentável Arunachala, vizinho ao Parque de Itatiaia, no município de Itamonte, MG, com 132 hectares e 1,5km de cachoeiras claras e límpidas – com plantações orgânicas de framboesas e hortas, e cultivo de trutas. Estudamos parcerias para criação de shimeji e rações orgânicas para os animais (cavalos, trutas, etc). É um lugar sagrado de preservação de matas nativas e desenvolvimento de Artes Sustentáveis.